DIÁRIO POLÍTICO DE FEIRA NOVA

DIÁRIO POLÍTICO DE FEIRA NOVA

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Previdência Própria: Bom ao município, risco ao servidor


Câmara começa discutir a implantação da previdência própria em Joaquim Gomes poderia      
Foto e Texto por Luzamir Carneiro

2011-03-14 - 10:55:36
Vamos começar essa ateria contando um pouco do que é Previdência Própria em resumo, pode-se dizer que é um sistema que acumula recursos que garantam uma renda mensal no futuro, especialmente no período em que se deseja parar de trabalhar.
Em Joaquim Gomes, os servidores municipais repassam um valor descontado em folha para a Previdência Social, essa que é comandada pelo governo federal, nesse novo mandato de governo municipal, a prefeitura levanta a hipótese de transferir a previdência social para previdência prrópria, ou seja, os descontos em folha feitos pelo município passarão a ser recolhido para um fundo do próprio município, isso resumindo significará que os servidores da rede municipal passarão a serem aposentados pela prefeitura, ou seja, os salários serão pagos pelo município.
O assunto é bastante polêmico e deve ganhar uma discussão durante alguns dias ou quem sabe meses, a câmara recebeu o setor jurídico da prefeitura que apresentou antecipadamente um projeto que deve ser colocado no plenário, e isso já começa ser motivos de conversas entre o parlamento.
Os vereadores falaram pouco sobre o assunto, mas pretendem discutir com muita calma, explicou o vereador João Batista, já que se trata de uma mudança que pode gerar melhoria ou não ser viável para os principais interessados que são os funcionários públicos.
O presidente da Câmara Antonio Gonzaga, sugeriu até que, seja feito um plebiscito entre os servidores, isso para evitar que a câmara se responsabilize caso venha dar errado, Gonzaga disse que já que se trata de melhora ou não para a classe trabalhadora então acha que eles devem decidir, o presidente afirmou ainda que, será apenas um porta voz do povo nessa questão.
O site resolveu conversar com o prefeito sobre o assunto, José Marcelino explicou no último sábado que a previdência é a evolução das prefeituras que já são quase 50% no estado que aderiram e que estão satisfeitas com a migração, perguntamos como deve funcionar, veja o que disse o prefeito:
Primeiro hoje os servidores contribui com a previdência social, um órgão do governo federal, onde são repassados os valores descontados em folha, com isso a previdência cria um montante que no fim da carreira de trabalho, os servidores procuram a previdência e é lhe concedido uma aposentadoria pelo tempo de contribuição que os funcionários repassaram.
Com a implantação da Previdência privada, o município passara a ser o órgão recolhedor, e assim o servidor que contribui no final de sua jornada de trabalho deve procurar a prefeitura onde será concedida sua aposentadoria.


Um comentário:

  1. FUNCIONÁRIO UNIDO JAMAIS SERÁ VENCIDO, FORA PREFEITO...

    ResponderExcluir