DIÁRIO POLÍTICO DE FEIRA NOVA

DIÁRIO POLÍTICO DE FEIRA NOVA

domingo, 30 de agosto de 2015

Secretaria de Educação de Pernambuco: Saiu autorização para 3 mil vagas de professor! Inicial de até R$ 2 mil!

O governador do Estado de Pernambuco, Paulo Câmara, autorizou na última semana a realização de novo concurso que visa a preencher 3 mil vagas de professor para a rede estadual de ensino. As oportunidades contemplarão principalmente as áreas de Química, Física, Matemática, Biologia, Educação Especial e Educação Profissional. Segundo a Assessoria de Comunicação da Secretaria Estadual de Educação, o concurso será realizado este ano. A expectativa é que que o edital seja divulgado já no início do segundo semestre. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe), docentes que cumprem carga horária de 150 horas/aula, recebem atualmente R$ 1.611,68, e os que tem jornada de 200 horas/aula, fazem jus ao vencimento de R$ 2.149,29. Ainda há variações desses valores, dependendo da titulação (licenciatura, doutorado, mestrado).
A realização da seleção é uma tentativa de melhorar as condições em que se encontra a educação de Pernambuco. O novos professores irão preencher as vagas ocupadas por profissionais temporários. Desde o dia 10 de abril, os docentes do estado estão em greve e reivindicam o reajuste salarial prometido a categoria, além de melhores condições de trabalho e a realização de concurso imediato. Para o Sintepe, o número de vagas que oferecido ainda não será o suficiente, pois, atualmente, existem 17 mil professores com contratos temporários, sendo necessária assim a contratação efetiva de pelo menos 10 mil profissionais. Ainda segundo o Sintepe, a proposta de 3 mil vagas foi rejeitada em assembleia.
Nos últimos meses, o governo realizou seleção visando à contratação temporária de 638 professores, sendo 315 para  Língua Portuguesa e 323 para Matemática. Os candidatos passaram apenas por análise de experiência profissional e avaliação pedagógica. O resultado final foi publicado no último dia 27 de maio. O contrato tem validade de seis meses, podendo ser prorrogado. As secretarias estaduais de Educação e de Administração serão as responsáveis pela organização do novo concurso. A previsão é de que os 3 mil professores comecem a atuar no início de 2016.